Tratamento das Cefaleias

 

Com os mais recentes avanços no tratamento das cefaleias, a maioria das cefaleias pode ser bem controlada, diminuindo o impacto na qualidade de vida das pessoas acometidas. 

De um modo geral, o tratamento envolve a abordagem das crises e tratamento profilático ou preventivo. Para as crises, utilizamos medições analgésicas, anti-inflamatórias, ergotamínicos e triptanos (no caso da migrânea). É sempre importante frisar que o abuso de analgésicos pode levar a um outro tipo de cefaleia, muitas vezes de difícil abordagem. Portanto, para os pacientes com crises frequentes (mais de 2 crises no mês) ou crises incapacitantes (com perda de produtividade no trabalho e necessidade de medicação endovenosa) será indicado um tratamento preventivo ou profilático. No caso da migrânea, este tratamento pode ser realizado com antidepressivos, anticonvulsivantes, anti-hipertensivos, antivertiginosos ou neurolépticos, de acordo com cada caso. Atualmente, para os casos crônicos e refratários, temos também a toxina botulínica como uma boa opção de tratamento.

As medidas não-farmacológicas são de suma importância para o tratamento. Manter oito horas de sono, alimentar-se a cada três horas, evitar alimentos desencadeantes (tais como café, chocolate, bebidas alcóolicas, condimentos, molhos à base de glutamato monossódico, defumados e alguns derivados de leite), realizar atividade física aeróbica, controlar os fatores de estresse, podem minimizar as crises de dor ou até mesmo extingui-las em alguns casos.

Alguns pacientes especiais precisarão de acompanhamento multidisciplinar. Avaliação odontológica (nas disfunções têmporo-mandibulares), fisioterápica (nas dores cervicogênicas), psicológica (em casos refratários) podem ajudar bastante no controle das crises.

Portanto, embora seja uma das doenças mais incapacitantes de nossa sociedade, a cefaleia pode ser avaliada e tratada com inúmeros recursos, que serão individualmente avaliados de acordo com seu médico, devolvendo ao paciente o pleno controle de sua vida profissional e social.

Um comentário sobre “Tratamento das Cefaleias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *